O restaurante que dá prato grátis a crianças quando pais aceitam ficar sem celular no jantar. UOL

Daniel Thomas - BBC News - 29/11/2018 09h33

Fazer com que as famílias deixem os tablets e smartphones de lado e conversem entre si na hora das refeições pode ser difícil, mas uma rede de restaurantes está tentando mudar isso.

Daigo Oliva/Folhapress

Pesquisa mostrou que as crianças querem que os pais gastem menos tempo no celular e mais tempo conversando com elas. Imagem: Daigo Oliva/Folhapress

Em regime experimental, os pais que estiverem dispostos a entregar os dispositivos aos funcionários do estabelecimento vão ganhar refeições gratuitas para as crianças.

Quatro truques de design que nos tornam viciados em celulares
Ué… Pesquisador diz que não existe vício em celular, o vício é outro
A rede Frankie & Benny’s, no Reino Unido, afirmou que a ideia surgiu após a realização de uma pesquisa, encomendada pela empresa, que ouviu 1,5 mil pais e filhos.

O resultado mostrou que as crianças querem que os pais gastem menos tempo no celular e mais tempo conversando com elas.
De acordo com o levantamento, cerca de 10% tentam esconder o aparelho deles para chamar a atenção.

E, para quase o dobro, a impressão é que os pais preferem estar com seus telefones do que conversando com elas.

Mais de um quarto dos pais admitiram, por sua vez, que checam seus telefones durante as refeições em família, enquanto 23% fazem o mesmo enquanto o filho conta como foi seu dia.

Durante a promoção “No Phone Zone” (Área Sem Celular, em tradução livre), que acontece de 29 de novembro a 7 de dezembro, o Frankie & Benny’s vai oferecer às famílias uma caixa na qual vão poder guardar os aparelhos.

Ninguém será forçado a participar, ressalta a empresa, mas os funcionários serão “incentivados” a fazer com que os clientes se envolvam.

A rede, que tem 250 restaurantes, também disse que gostaria de lançar a promoção de maneira permanente se for bem-sucedida.

Algumas pessoas elogiaram a iniciativa pelo Twitter, enquanto outras se mostraram mais céticas.

“Onde é esse lugar mágico e como eu chego lá?”, escreveu Alexis Martin.

Sue Lamming tuitou: “Que ideia ótima, mas será que as famílias vão saber o que falar entre si?”

O analista de varejo Steve Dresser se perguntou, no entanto, se seria uma manobra para impedir temporariamente os clientes de se queixarem do serviço do restaurante nas redes sociais.

“Analisamos várias maneiras de incentivar as pessoas a interagirem mais à mesa de jantar. E descobrimos que dar às famílias a chance de deixar seus dispositivos de lado por apenas algumas horas é uma ótima forma de aproximá-las e de aproveitar o tempo em família”, afirmou um porta-voz da empresa.

 https://noticias.uol.com.br/tecnologia/noticias/bbc/2018/11/29/o-restaurante-que-da-prato-gratis-a-criancas-quando-pais-aceitam-ficar-sem-celular-no-jantar.htm?cmpid=copiaecola

Inspire-se com os melhores bares

Le Pain Frances Restaurant, Gotemburgo, Suécia

Esse bar que está mais para restaurante, lembra um pouco o filme “Alice no país das maravilhas” por conta dos móveis e da arquitetura.

Le Pain Frances Restaurant2

Mas ele foi criado com o intuito de lembrar o estilo das padarias e cafés da França, mesmo localizado na Suécia. Com um projeto cenográfico onde as cores e texturas são usadas com elegância, tecnologia e designer tudo junto e a distorção das proporções, o lugar oferece uma experiência lúdica em um ambiente super agradável.

Le Pain Frances Restaurant


Fonte: http://www.loucoporviagens.com.br/2014/11/07/os-pubs-mais-incriveis-ao-redor-do-mundo-7-11/

Site oficial: http://www.lepainquotidien.com.br

Lei da Gorjeta

Desde março de 2017, a gorjeta está regulamentada no Brasil.
Trata-se da Lei 13.467/17 e resolução CGSN Nº 140 da receita federal.

Veja o documento da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes abaixo:

Veja maiores detalhes neste documento da Abrasel.

http://www.abrasel.com.br/images/docs/GuiaAbraselGorjetas2018.pdf

31/10/2018 – Brasil tem nove restaurantes na lista dos 50 melhores da América Latina (abrasel)


D.O.M., do chef Alex Atala, foi o brasileiro melhor posicionado no ranking Latin America’s 50 Best Restaurants: ficou em 5° lugar.

alt

O restaurante D.O.M., do premiado chef Alex Atala, foi eleito o 5° melhor da América Latina e a melhor casa brasileira, de acordo com o prêmio Latin America’s 50 Best Restaurants, que aconteceu na noite da última terça-feira (30) em Bogotá, na Colômbia. Além da casa de Atala, mais oito brasileiros foram premiados durante a cerimônia da noite de ontem (30). São eles, nas devidas posições do ranking da AL:

5. D.O.M (São Paulo)
7. Mani (São Paulo)
26. Lasai (Rio de Janeiro)
27. Olympe (Rio de Janeiro)
33 Oteque (Rio de Janeiro)
45. Mocotó (São Paulo)
49. Oro (Rio de Janeiro)
50. Tuju (São Paulo)

A lista deste ano teve algumas alterações em comparação à de 2017. O Esquina Mocotó, que fechou as portas neste mês, estava posicionado na 41ª posição. Por outro lado, o Oteque e o Oro, ambos no Rio, estrearam na lista. Ainda em relação ao ranking anterior, apenas A Casa do Porco subiu uma posição. O D.O.M. caiu da 3ª para a 5ª posição neste ano. O Maní, da chef Helena Rizzo, também foi do 9° lugar para a atual 12° posição. O Lasai passou da 16ª para a 26ª, o Mocotó caiu da 27ª para a 45ª e o Tujo foi do 45° lugar para 50ª posição, entre 2017 e 2018.

Lista completa

O ranking dos melhores restaurantes da América Latina contou com restaurantes de oito países da região. Lima, capital do Peru, lidera a lista com duas casas: Maido e Central, ambos da cidade, são os primeiros colocados, seguidos pelo Pujol, do México, e Boragó, no Chile. Clique AQUI  e veja abaixo a lista completa dos 50 melhores restaurantes da América Latina em 2018.

Fonte:HuffPostBrasil /abrasel